UM DIA MUITO, MUITO BRANCO

2019 / 109' / Islândia, Dinamarca, Suécia / Em islandês legendado em chinês e inglês / Cor

Vencedor do Prémio Estrela Ascendente da Fundação Roederer no Festival de Cinema de Cannes

Escolhido para representar a Islândia como Melhor Longa Metragem Internacional nos Prémios da Academia

Numa remota cidade islandesa, um polícia fora de serviço começa a suspeitar que um local teve um caso com a sua falecida mulher, morta há dois anos num trágico acidente. Gradualmente, a sua obsessão por descobrir a verdade vai crescendo e, inevitavelmente, começa a pô-lo, e aos seus, em perigo. Uma história de sofrimento, vingança e amor incondicional.

Re:Hlynur Pálmason

Elenco:Ingvar Sigurdsson, Ída Mekkín Hlynsdóttir, Hilmir Snær Guðnason, Sara Dögg Ásgeirsdóttir, Elma Stefania Agustsdottir

Hlynur Pálmason

REALIZADOR E ARGUMENTISTA

Tendo começado como artista plástico, a sua carreira evolui depois com estudos de cinema na Escola Nacional de Cinema da Dinamarca, onde se formou em 2013 com a galardoada curta metragem Um Pintor. A sua longa metragem de estreia, Irmãos de Inverno, teve estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Locarno em 2017, onde ganhou 4 prémios. Desde então, foi vendida em mais de 20 territórios e continuou a ser um sucesso em festivais, ganhando mais de 30 prémios. Um Dia Muito, Muito Branco é a sua segunda longa-metragem.