Código: Notícias da Biblioteca de Otaru

Década de 1990 / 117' / Japão / Em japonês legendado em chinês e inglês / Romance / Cor

O reembolso ou troca de bilhetes não serão possíveis. Devido à natureza das sessões surpresa, os títulos dos filmes não serão anunciados. Por favor, use códigos ao comprar bilhetes.

N para Notícias de Biblioteca

Notícias da Biblioteca de Otaru

Título: O Tempo Recuperado: Em Busca do Tempo Perdido, Vol. VI

Autor: Marcel Proust

Ano de publicação: 1927

Marcel Proust nasceu numa família abastada francesa. Depois da morte de seus pais, a saúde de Proust deteriorou-se. Numa tentativa de recordar o seu passado através da literatura, escreve a sua mais notável obra, Em Busca do Tempo Perdido, em três milhões de palavras. Escrito na primeira pessoa, o livro é considerado um clássico exemplo moderno de narrativa em “corrente de consciência”, combinando sentimentos pessoais com observação sob a forma de uma colecção de memórias.

Em Busca do Tempo Perdido, vai revelando, em retrospectiva, a infância do protagonista, o seu primeiro amor e o pano de fundo histórico. A narrativa vai mudando ao atravessar diferentes períodos, à medida que são recordados os que se perderam.

Diz-se que o tempo tem um papel central neste clássico permeado pela memória. Proust tenta recuperar o tempo perdido e a memória através das palavras, “A vida na memória é mais realista do que a vida real local do seu tempo.”

Recomendamos o volume final, O Tempo Recuperado, que segue o protagonista à medida que se vai recordando dos bons velhos tempos do seu regresso à casa do Príncipe de Guermantes. Lembrar um pedaço da madalena evoca vagas de memória que o fazem lamentar o tempo perdido. E narrador nos diz: "O único paraíso é o paraíso perdido."

Aviso:

Descobriu-se que alguns leitores tem recentemente levado um grande número de livros pouco lidos num curto período de tempo, danificando-os propositadamente com rabiscos e assinaturas nos cartões de registo aposto na contracapa.

É estritamente proibido danificar os cartões de registo, que a biblioteca usa na sua gestão, com notas pessoais (tais como cartas de amor).

Os leitores, assim como o bibliotecário, são instados a manter limpos os cartões.

***Esta é uma obra ficcional destinada apenas a fins de promoção. Qualquer semelhança com pessoas ou eventos reais é mera coincidência.

* Texto extraído da brochura do Festival de Cinema Surpresa.

A venda de bilhetes começará a 16 de Março (Sáb.) pelas 10 da manhã na bilheteira da CinematecaPaixão, assim como no nosso website oficial. O preço dos bilhetes é de MOP$60. Estudantes a tempo inteiro e cidadãos com 65 anos de idade ou mais beneficiam de 50% de desconto. Cada compra de 10 ou mais bilhetes beneficia de 20% de desconto na bilheteira da CinematecaPaixão.Reserve 4 ou mais bilhetes numa só transacção e receba uma carteira de bilhetes do nosso 2º aniversário. Souvenirs sujeitos a disponibilidade e reservados para os primeiros interessados.

Evento adicional

“Como estás? Estou bem.” Exposição de cenas memoráveis + evento de entrega de cartas de amor durante dois dias